"Nem vem tirar meu riso frouxo, com algum conselho. Que hoje eu passei batom vermelho. Eu tenho tido a alegria como dom, em cada canto eu vejo o lado bom."
Maísa, 14 anos, Brasil.
Porque amar também é isso, não? Dar o seu melhor pra curar outra pessoa de todos os golpes, até que ela fique bem e te deixe pra trás, fraco e sangrando. Daí você espera por alguém que venha te curar. Às vezes esse alguém aparece, outras vezes, não.
Caio Fernando Abreu   (via reinverbos)
A gente briga, a gente se ama, a gente vai e a gente volta. A gente é da gente e da gente ninguém tira.
PS. Eu te amo (via mar-de-felicidade)
"respeito é bom e eu gosto" "pizza tbm é bom e eu gosto mas nem por isso tenho toda hora então fica de boa ai"
Eu disse baixinho: Eu amo você. E ela me pediu pra repetir, e antes de dizer novamente eu sorri, porque me dei conta que seria infinitamente capaz de passar o resto da minha vida, sussurrando isso no ouvido dela.
Because I love her   (via relatada)
Meu último relacionamento durou bem pouco tempo. Conheci ela no corredor do ônibus, quando o semáforo ficou vermelho. A minha janela deu certinho para a dela. Ela vestia uma camiseta preta do Axl Rose e um chapéu de jazzista, nada de maquiagem. Eu tinha a cara enfiada num romance policial. Eu olhei, ela me viu. Eu desviei, antes da garota se dissuadir também. Voltamos a nos analisar. E sorrimos, inevitavelmente. Ela fez um biquinho doce e teatral com os lábios, sinalizando a vontade de um beijo inocente. Num raro lampejo de maturidade, botei a língua pra fora, girando a pontinha rugosa e pigmentada num movimento pseudo-sexy. Ela riu, baixou levemente o cenho, me achando pateta. Eu me estufei de orgulho por alargar aquele riso. O semáforo abriu e a gente parou de se ver. Ainda entornei o dorso para uma última olhada por cima do ombro. Não ia dar certo mesmo. Estávamos em lugares diferentes da relação, vivendo em direções opostas, a coisa andava rápida demais entre nós, e acho que as amigas dela não gostavam de mim. Mas foi bom e inesquecível, enquanto duraram os trinta segundos.
Gabito Nunes.   (via cravada)
Ela me traz paz, e eu nem sei se ela sabe… Ela não deixa só o cheiro espalhado pela roupa e pelo quarto; deixa o sorriso estampado na cara e a alma tão leve que quase tenho que buscá-la no céu. Transforma o cinza em azul, ou qualquer coisa brega que dê para se entender. Ela me tumultua para me acalmar. Não sei se faço o mesmo por e com ela. Porque nunca naveguei em águas calmas e meus olhos são cheios de mistérios, aflições e tenho esse meu ar meio melancólico. Mas mal sabe ela que sou feliz, porque deitar ali um segundo só já é sonhar, porque ouvir a sua respiração pertinho da minha recupera qualquer fôlego. Sou feliz por agora escrever pieguices e não querer de forma alguma apagar cada palavra. Meu romantismo antes vagabundo agora é todo dela, e eu acho que ela nem gosta dessas coisas. Eu também não gosto. É que ela é ela, ela acerta o tom, a medida exata da paz. E tudo bem, lá fora todos estão se matando, até a polícia resolveu matar. Mesmo em tempos de guerra, ela só me dá vontade de falar em paz… E dizem por aí que estar apaixonado é estar alienado.
Camila Costa.    (via rup-til)
Eu amo você! Sabe, depois que te conheci, comecei a ver as coisas com mais amor, parei de reclamar da vida, e comecei a vive-la mais. Com você eu conheci lugares novos, fiz coisas que nunca imaginei fazer, uma delas é fazer planos para o futuro, eu nunca gostei de planejar as coisas, gostava de deixar rolar, acontecer naturalmente. Mas com você eu planejava/planejo, ainda nosso futuro, que é incerto. Você me guia, sem você fico sem chão. Você sabe me fazer sorrir quando não estou bem, quando te mando ir embora, você fica, aguenta minhas crises, me atura. Sei lá, eu no seu lugar, se me mandasse ir embora, eu ia e não voltava mais, sou muito orgulhoso. Eu sei que você também é, mas quando se trata do nosso relacionamento, você esquece seu orgulho, fica do meu lado. Eu quero te pedir desculpas por não estar contigo quando você mais precisou. Eu juro, que daqui em diante, mudarei mais um pouco. Quero estar com você a todo momento, irei fazer o máximo pra te fazer a pessoa mais feliz desse mundo. Vendo você feliz, eu fico também.
Eu-poetico.      (via renascer)